Buscar
  • administrativo3360

Bairro residencial ou comercial: onde morar?


A compra de um imóvel é uma escolha difícil de ser feita. Optar por um lugar para morar é sempre uma tarefa complexa, pois essa é uma decisão que precisa considerar muitos fatores importantes. Para acertar na procura e evitar aborrecimentos futuros, muita gente tem uma dúvida: é melhor optar por um bairro comercial ou residencial? Definitivamente, essas são duas alternativas que podem ter vantagens incríveis, mas também contam com alguns pontos negativos, que não podem ser menosprezados. Neste artigo, vamos mostrar as principais diferenças entre o bairro comercial e residencial de forma resumida e explicar o que você precisa considerar ao decidir entre uma opção e outra. Você está vivendo um dilema? Então, confira o conteúdo a seguir e descubra tudo o que precisa saber sobre o tema! Quais são as principais diferenças entre o bairro comercial e residencial Os bairros residenciais oferecem sossego e tranquilidade, enquanto os imóveis localizados em áreas comerciais disponibilizam várias opções de comércio e muita praticidade. O comprador é quem define as suas prioridades, se prefere a calmaria, a paz, a segurança e a pouca movimentação ou um pouco de agitação, sem se importar com os riscos. Os locais onde há pouco comércio são muito atrativos, no entanto, algumas pessoas entendem que eles são mais sombrios, dependendo da localização. Isso ocorre por que as ruas podem ficar desertas em determinados horários noturnos e impressionar os moradores. Mas isso nem sempre é regra. Já os imóveis localizados em bairro comercial contam com movimento prologando durante a noite. Próximo às áreas comerciais, é comum encontrar farmácias, hospitais, paradas de ônibus, escolas, academias, entre outros. Contudo, o preço dessas propriedades, geralmente, é mais elevado do que aquelas que ficam situadas nos bairros residenciais. Esse é um fator que varia de uma região para a outra, já que podem ser encontrados imóveis caríssimos em locais onde não há comércio.

Vantagens do bairro residencial Vamos entrar em detalhes sobre os benefícios de cada escolha para ajudar você, começando pelos residenciais. Segurança Uma das grandes vantagens de um bairro residencial são os seus níveis de segurança, o que para muitas pessoas é uma questão crucial. Portanto, menores índices de criminalidade podem ser decisivos nessa escolha. Vizinhanças com um número reduzido de estabelecimentos comerciais tendem a ser mais tranquilas, pois não despertam o interesse de criminosos. Além disso, como a predominância nesses locais é de moradores, e não existe grande circulação de pessoas para comprar em lojas, qualquer movimentação estranha já se torna bastante notável, tornando a região menos atraente para meliantes. Qualidade de vida A qualidade de vida é outro fator decisivo na escolha entre um bairro residencial ou comercial. Considerando esse aspecto, os residenciais costumam levar vantagem. Os prédios de apartamentos e condomínios de casas, por exemplo, contam com um número elevado de áreas comuns, com diversas facilidades para os habitantes. Já do lado externo, a coisa não muda muito de figura. Esses lugares têm uma boa estrutura para atender aos moradores, como padarias, farmácias, lojas de conveniência, supermercados, academias, praças, parques, escolas, bares e restaurantes. As ruas são mais calmas e o ambiente mais agradável para residir. Tamanho dos imóveis Bairros residenciais têm imóveis maiores do que os bairros comerciais. Isso pode fazer a diferença para quem deseja um quintal espaçoso para as crianças brincarem e para quem quer ter um animal de estimação, um jardim ou mesmo uma horta. É verdade que, com o crescimento da população, a procura por produtos imobiliários cresceu. Consequentemente, grandes terrenos, que eram de um único proprietário, agora são o endereço de condomínios. Mesmo assim, se você tem um projeto familiar que envolve muitas pessoas, um bairro residencial pode ser a melhor escolha para você agora — e também para o futuro. Valorização do investimento Comprar uma casa ou apartamento é um investimento. Portanto, espera-se dessa ação um retorno financeiro adequado. Nesse ponto, investir em bairros residenciais, principalmente, nos recém-inaugurados, é um excelente negócio. A cada nova obra de infraestrutura realizada, ou à medida que um estabelecimento faz sucesso no bairro, o investimento se valoriza. Por isso, a mesma casa que faz a alegria dos seus filhos hoje, poderá garantir a aquisição de um novo imóvel quando você se aposentar. Pense nisso na hora de escolher entre um bairro residencial e comercial. Desvantagens do bairro residencial Nem tudo são flores nessa escolha, então, saiba quais os pontos negativos dela. Distância do trabalho A principal desvantagem de boa parte dos bairros residenciais é que eles costumam ficar distantes do trabalho da maioria dos moradores. As maiores empresas e comércios ficam, habitualmente, nas áreas centrais, que podem estar a muitos minutos de distância, dependendo dos índices de congestionamento. Como as cidades estão cada vez mais populosas, muitas construtoras estão migrando seus empreendimentos para regiões ainda mais distantes, de forma a conseguir espaço suficiente para a construção de propriedades mais aconchegantes.

Vantagens do bairro comercial Agora, é a vez dos benefícios de morar em uma região mais agitada. Confira! Funcionalidade A funcionalidade é um fator muito importante na escolha entre um bairro residencial ou comercial. Regiões mais centrais costumam vencer nesse aspecto, principalmente, quando pensamos nos imóveis que existem por ali. A predominância costuma ser de apartamentos com uma metragem consideravelmente menor, mas que contam com plantas altamente práticas e bem executadas. Os projetos otimizam a ocupação dos pequenos espaços, apostando em uma mobília moderna e em ambientes como cozinhas americanas, lavabos e áreas comuns. Além disso, os preços são mais atraentes, sendo uma escolha bacana para jovens casais ou pessoas com foco na vida profissional. Economia de tempo Outra grande vantagem de morar em um bairro comercial é a praticidade. Sob esse prisma, residir em uma região central e movimentada é bastante benéfico, pois são lugares que contam com uma estrutura totalmente preparada para atender bem ao grande número de pessoas que circulam por ali. Dessa forma, ao escolher essa opção, além de provavelmente ficar mais próximo do trabalho, você também terá à sua disposição diversos estabelecimentos 24 horas. Também costuma haver uma vida noturna mais ativa, com bares e restaurantes sempre cheios e movimentados. Opções de transporte Por ser uma área estratégica da cidade, esses bairros costumam ser bem abastecidos com linhas de ônibus, trens e metrôs. É possível ir para qualquer ponto da cidade a partir de um bairro comercial. Ademais, os projetos de ruas e estradas também contribuem para que os motoristas consigam se locomover de forma satisfatória. Para finalizar, como o morador terá os serviços próximos à sua casa, o preço com corridas de táxi, ou aplicativos como Uber, cai consideravelmente. Imagine duas pessoas que desejam jantar no mesmo restaurante. Uma sai de um bairro residencial, a 20 quilômetros de distância, e a outra está em um bairro comercial, a algumas quadras do destino. O jantar de uma delas sairá bem mais caro, não é mesmo? Por isso, analise o seu estilo de vida antes de escolher entre o bairro residencial e comercial. Opções de lazer e cultura Não se trata apenas de ir ao cinema do shopping que está próximo, mas de ter acesso a centros culturais, museus, apresentações de rua e casas de shows. Além disso, os bairros comerciais atraem turistas e moradores de várias partes do mundo. Imagine o dinamismo da vida em um bairro comercial de uma grande metrópole como São Paulo, Nova York ou Buenos Aires? Você viverá na região em que os turistas passam as férias. Muitas dessas atrações são gratuitas ou têm um custo reduzido. Isso faz com que o acesso à cultura não pese no orçamento do morador. Desvantagens do bairro comercial Como em tudo nessa vida, há pontos negativos também nas regiões comerciais. Veja! Poluição Uma das grandes desvantagens de residir em um bairro comercial é que essas regiões acabam sendo marcadas pelos excessos. Como são áreas bastante movimentadas e com uma circulação muito elevada de pessoas e de dinheiro, é provável que os moradores tenham que se habituar à poluição sonora e visual no dia a dia. Quem deseja um perfil mais tranquilo e familiar, por exemplo, pode experimentar alguns problemas de adaptação. Além disso, a poluição pode não ser a melhor vizinha de moradores com problemas respiratórios, como asma e rinite. Idosos e crianças, por exemplo, costumam sofrer com a poluição do ar nos períodos mais frios do ano. Poucas vagas para o carro É muito mais difícil (e caro) encontrar um lugar para estacionar em um bairro comercial. Lembre-se de que você terá que disputar uma vaga com os seus vizinhos e com os clientes dos lojistas da região. Além disso, devido às características dos imóveis, muitos condomínios não têm estacionamento. Por isso, verifique se vale a pena manter um carro na hora de optar por esse tipo de endereço. O que é preciso considerar ao decidir entre uma opção e outra? A infraestrutura é um requisito importante para que você possa ter certeza de onde quer morar, já que ela valoriza o imóvel e melhora a qualidade de vida. Confira se as ruas são asfaltadas e sinalizadas, se existem ciclovias, calçadas, rampas, energia elétrica, água tratada, Internet etc. Observe se há coleta de lixo, iluminação viária, rede de esgoto e outras questões. Necessidades da família Antes de fechar a compra, analise se as necessidades da sua família serão supridas no local escolhido. Verifique se nas proximidades existe posto de saúde, creches, escolas e outros estabelecimentos que os seus familiares consideram essenciais. É importante avaliar tudo o que os integrantes do grupo precisam e se eles terão acesso aos serviços essenciais. Transporte utilizado para ir ao trabalho Informe-se sobre as linhas de metrô e de ônibus que transitam pela região para ter noção de como será a entrada e saída do bairro selecionado para ir ao trabalho. Outro fator que vale a pena conferir é a disponibilidade de patinetes motorizados e bicicletas que facilitam o trânsito e o acesso. Além disso, observe se há vagas para estacionar o seu automóvel. Reflita um pouco sobre a mobilidade e acessibilidade do lugar, por exemplo, a existência de ruas ligadas às vias expressas, rodovias estaduais e federais que dão acesso a outras localidades próximas. Pesquise sobre os congestionamentos em horários de pico, semáforos e caminhos alternativos para chegar, em caso de acontecer algum problema. Segurança Procure se informar sobre as condições da segurança no bairro, pois o índice de criminalidade cresceu bastante nos últimos tempos. Visite a delegacia mais próxima do imóvel escolhido e solicite informações sobre ocorrências locais, tipos de crimes cometidos e estratégias aplicadas para combatê-los. Agora, você já sabe mais detalhes sobre como escolher onde morar, se em bairro comercial ou residencial. Como vimos neste artigo, não existe o bairro perfeito. Existe aquele que atende às suas demandas. Por isso, o caminho mais fácil para uma boa decisão é analisar o que você espera (e precisa) de um imóvel.

Fonte: Credipronto.


#florianopolis #venda #mmimoveis #noticias #noticiasmmdesde2007 #mmimoveis13anos #informativo #mercadoimobiliario

183 visualizações0 comentário